América do Sul recebe mais uma região do Google Cloud

América do Sul recebe mais uma região do Google Cloud

Dezembro começou com o Google Cloud ampliando suas instalações e infraestrutura dedicada aos serviços de nuvem como armazenamento e plataformas. Isso porque, na última quarta-feira (01/12), a multinacional anunciou o início da sua nova operação, a segunda da América Latina, em Santiago (Chile).

Agora, em conjunto com a de São Paulo, inaugurada em 2017, o objetivo é oferecer uma infraestrutura global, aberta e escalável, para permitir que as organizações se beneficiem ainda mais explorando todo o potencial dos serviços em nuvem.

Ainda de acordo com o anúncio, a instalação abrigará três zonas que representam conjuntos de recursos computacionais, além de cinco cabos submarinos para oferecer serviços como Compute Engine, Google Kubernetes Engine, Cloud SQL, Cloud Storage, Cloud Spanner, Cloud Bigtable e BigQuery.
Além disso, as operações em Santiago agregam às organizações brasileiras uma segunda opção para rodar suas cargas de trabalho com baixo índice de atraso e uma maior cobertura de infraestrutura de TI contra o disaster recovery.

Outro grande benefício é o acesso à Global Load Balancer, uma ferramenta de balanceamento de carga escalável e de alto de desempenho no Google Cloud Plataform, que possibilita a distribuição de cargas de trabalho entre Brasil e Chile, enviando uma requisição para a região mais próxima e obtendo uma resposta mais eficaz na aplicação.

Voltar para o blog

Deixe um comentário