Meta lança projeto de realidade aumentada focado na comunidade negra

Meta lança projeto de realidade aumentada focado na comunidade negra

Na última semana, a Meta lançou o Desafio RAP: Realidade Aumentada na Pele, com o propósito de incentivar a diversidade, equidade e inclusão dentro do metaverso.

O programa é exclusivo do Brasil e propõe treinamento e premiação com foco na educação e desenvolvimento da comunidade negra no ecossistema de realidade aumentada (RA) no país.
Mundialmente, mais de 700 milhões de pessoas usam filtros de realidade aumentada através dos aplicativos Facebook e Instagram, o Desafio RAP procura diminuir as lacunas de inclusão e diversidade dentro do ambiente digital, criando novas oportunidades econômicas, já que 56% da população brasileira é composta por pessoas negras.


A duração do programa é de 12 meses com a primeira fase sendo de Educação, a segunda fase do Desafio, e a terceira fase de Premiação. Os embaixadores serão Lucy Ramos e Esdras Saturnino, parte do júri da premiação contará com Nathalia Carneiro, do Geledés Instituto da Mulher Negra, e empresas aliadas da diversidade como Ambev, Grupo Boticário, L’Oréal e Magazine Luiza. Os filtros serão avaliados e escolhidos baseando-se no pensamento e desenvolvimento exclusivo para a comunidade negra.

Voltar para o blog

Deixe um comentário