NFTs tornam-se alternativas de apoio para causas sustentáveis

NFTs tornam-se alternativas de apoio para causas sustentáveis

O Mercado Bitcoin, empresa de criptoativos, e a Tropix, plataforma de criptoarte, se uniram para lançar iniciativa com NFTs de impacto que serão leiloados e terão 95,5% dos ganhos revertidos ao Projeto de Gestão e Vigilância Territorial do Povo Indígena Paiter Suruí de Rondônia.
Comandado pelo povo Paiter Suruí, o projeto tem o objetivo de proteger a comunidade Sete de Setembro, localizada entre os Estados de Rondônia e Mato Grosso de extração ilegal de madeira e desmatamento. 
O povo Paiter Suruí conseguiu chamar a atenção internacional por conta da luta pela defesa de seus territórios, com a atuação de lideranças como o Cacique Almir Suruí e Walelasoetxeige Surí (Txai Suruí), com participação na COP26.
A parceria pretende, até 2038, conservar uma área de 13 mil hectares de floresta e evitar a emissão de cerca de 7 milhões de toneladas de gás carbônico. Para que isso aconteça, 30 monitores percorrem o território Paiter Suruí utilizando GPS e equipamentos fotográficos e alertam as autoridades sobre irregularidades e invasões. 
Voltar para o blog

Deixe um comentário