Os melhores e piores passaportes do mundo

Os melhores e piores passaportes do mundo

Existem diversas organizações que monitoram o poder dos passaportes em todo o mundo e rastreiam quantos países um passaporte pode garantir acesso, sem a necessidade de um visto prévio.
Desde que a Rússia invadiu a Ucrânia, os países da UE reduziram consideravelmente as viagens para os portadores de passaportes russos, bloqueando o espaço aéreo para aviões russos e proibindo os indivíduos de viajar.
Por outro lado, portadores de passaporte ucraniano ganharam novos direitos de viver e trabalhar na Europa por até 03 anos, o que elevou significativamente a classificação global do passaporte para o 34º lugar.
Atualmente, Japão e Cingapura ocupam o 1º lugar do ranking, com seus portadores de passaporte capazes de acessar 192 destinos no mundo todo sem visto.
Alemanha e Coreia do Sul estão em 2º lugar, com uma pontuação de isenção de visto na chegada de 190 países.
Finlândia, Itália, Luxemburgo e Espanha dividem o 3º lugar, permitindo que seus portadores de passaporte acessem 189 destinos ao redor do mundo sem precisar adquirir um visto com antecedência.
O Reino Unido, que recentemente descartou todas as restrições de viagem relacionadas à Covid-19, ocupa o 5º lugar. Já os EUA, o 6º.
O Brasil se mantém no 20º lugar, com acesso livre a 169 destinos no mundo.
O Afeganistão está na parte inferior do índice, com seus portadores de passaportes capazes de acessar apenas 26 países sem visto
Voltar para o blog

Deixe um comentário

Veja mais

1 de 7