Wearables 2.0: saiba tudo sobre tecnologia vestível

Wearables 2.0: saiba tudo sobre tecnologia vestível

Os wearables são derivados do impulso da chamada Internet das Coisas, que tem como princípio integrar tudo em uma única rede, desde a cafeteira até a máquina de lavar.

Se você já se perguntou o que é "wearable" e quer saber mais sobre as funções e aplicações da ferramenta queridinha do momento, está no lugar certo!

O que é wearable?
Traduzido como 'vestível', o termo, em inglês, indica algo que pode ser vestido. Por esse motivo, em território nacional, o conceito é conhecido como tecnologia vestível.
Em outras palavras, o termo concentra um conjunto de dispositivos inteligentes, que permitem aos usuários vesti-los como se fossem, realmente, acessórios.
De acordo com especialistas em tecnologia, nos próximos anos, a tendência é que os wearables se tornem itens populares no nosso cotidiano, visto que, daqui em diante, a presença das organizações no meio digital será cada vez mais relevante.
É inegável o potencial das tecnologias vestíveis, afinal, elas englobam diversas aplicações que podem ser desenvolvidas em inúmeras áreas relacionadas ao consumo, saúde, trânsito, economia doméstica, comportamento, lifestyle, etc.

A Classificação dos wearables

As tecnologias vestíveis são divididas em duas categorias:

Vestível
No caso dos vestíveis, a tecnologia se integra aos itens do vestuário, como por exemplo, peças de roupa que permitem aos usuários atender chamadas telefônicas ou possuem qualquer conectividade com smartphones.


Portável (externo ao corpo)
Celulares, relógios, óculos e carteiras inteligentes não são necessariamente vestidos, mas sim, portados.


Quais os dispositivos wearables já existentes no mercado?

Relógios (portáveis)
Precursores no mercado das tecnologias vestíveis, existem diversos exemplos de relógios inteligentes no mercado, como por exemplo, o próprio Apple Watch, que opera de maneira integrada ao iPhone e oferece múltiplos recursos.

Pulseiras (portáveis)
Tidas como uma das tecnologias mais populares entre os consumidores, as pulseiras inteligentes são integradas com smartphones e com a nuvem e controlam o monitoramento de atividades físicas. Além disso, armazenam os dados em aplicativos ou móbiles para que eles possam ser acessados em qualquer dispositivo conectado à internet.

Óculos  (portáveis)
O “Google Glass” marcou o desenvolvimento dos óculos inteligentes. Fabricado em uma espécie de “projeto experimental", o óculos levou seis anos para ser desenvolvido e é capaz de fornecer informações úteis em primeiro plano na visão do usuário, a partir da aplicação da realidade aumentada.

Roupas (vestíveis)
As roupas inteligentes são capazes de monitorar movimentos, batimentos cardíacos, respiração e outros sinais vitais dos usuários. Além disso, também enviam as informações em tempo real para computadores e smartphones.

 

Carteira Essencial 2 HMAN  (portáveis)
A primeira carteira inteligente do mundo envolve uma tecnologia jamais vista e foi projetada para otimizar as ações de networking e manter os usuários conectados onde estiverem.
A Smart Wallet revela todo o poder da tecnologia Contact-e, que permite a troca de contatos apenas com a aproximação entre a carteira e um smartphone. Além disso, a Carteira Essencial 2 HMAN tem proteção anti-roubo, disponibiliza armazenamento interno para guardar fotos e documentos e otimiza a realização de recebimentos via PIX.

Clique aqui para saber mais.


Conclusão

Uma questão que, definitivamente, não pode ser ignorada é que o uso da tecnologia tem se tornado cada dia mais prático, acessível e descomplicado. Se até pouco tempo atrás era preciso ter um computador de mesa para se conectar à internet, atualmente, a rede está disponível em quase todos os lugares, na palma da nossa mão.
Nesse contexto, o wearable atua como a continuidade de uma longa jornada que assegura uma integração cada vez maior entre os dispositivos. Afinal, mais do que vestir uma tecnologia, é preciso garantir que os dispositivos conversem entre si e promover a sincronização necessária para que eles se complementem e facilitem nossa rotina de modo geral.

Gostou de saber o que é e quais são as aplicações da tecnologia vestível? Se esse artigo foi útil para você, deixe seu feedback nos comentários.

Ah, e se você quiser saber mais sobre a Carteira Essencial 2 continue de olho no blog da HMAN e não perca a próxima matéria, que será inteiramente focada nas funcionalidades da Smart Wallet.


Um grande abraço e até o próximo post!

Voltar para o blog

Deixe um comentário